Puerpério: o que mudou de um filho para o outro?

Puerpério: o que mudou do primeiro para o segundo?

Quando Arthur, o meu filho mais velho nasceu, eu era uma típica mãe de primeira viagem que geralmente ainda tem a ilusão de ser perfeita, se não perfeita, quase perfeita. E eu estava ali, dia a e noite só para ele, mesmo quando a minha energia me dizia para ir fazer alguma coisa só para mim, voltar a praticar exercícios físicos, ler um livro, ver um filme, entre outras coisas que me dava vontade. Eu pensava: “Deixa isso para depois, porque essa fase, esse primeiro ano de vida dele passa tão rápido que você não pode perder quase segundo nenhum, segura a onda, sofre mais um pouco que já já passa!” Gente!!! Olha a incoerência e a inocência! Mal sabia a mamãe aqui que essa angustia, esse cansaço físico, emocional e mental, muito intensificados pela falta do autocuidado, eram sentidos pelo meu bebê! Sim, eles sentem. Mãe feliz, filho feliz. Já ouviu aquele velho bordão: “Primeiro coloque a máscara de oxigênio em você e depois no outro”? Pois se não, você fica sem ar e não se salva e aí não consegue salvar ninguém. Ok, se o meu primeiro bebê demandou muito mais atenção da mãe, horas de sono e muito mais peito do que o segundo? Sim. De fato, cada bebê tem suas próprias necessidades que podem ser bem diferentes das dos irmãos. Cada bebê vem com sua caixinha de surpresas que vamos conhecendo aos pouquinhos. Mas sem dúvida, se eu tivesse tido a consciência da importância do autocuidado que tenho hoje e se tivesse delegado, pedido mais ajuda com o meu primeiro filho e reservado mais tempo para mim, com certeza o meu primeiro puerpério teria sido mais leve. Mas é como dizem, o primeiro vem te preparar como mãe e te ensinar um montão de coisas que você provavelmente já vai tirar de letra com o segundo. Viva a coragem do primogênito em ser o primeiro!

No meu primeiro puerpério eu não me permiti muita coisa. Eu não me permiti a quase nada para além da maternidade nos seis primeiros meses. Depois, por obrigação, beeeem moderadamente, de casa, quando o marido chegava no final da tarde, eu voltei a fazer algumas coisas do trabalho. Eu corrigia dissertação de mestrado de um aluno e trabalhava em um artigo que tinha sido recusado por uma revista científica. Nossa, como me fazia bem aquela uma ou duas horas no final de um dia ou outro! Mas mesmo assim, mesmo com esse bem estar esfregado na cara, eu ainda me perguntava: “será que não estou desperdiçando meu tempo aqui e deixando de curtir mais o meu filho”. E olha que já tinha passado o dia todo com ele! Olha a culpa esmagadora gente! Xô para lá! Eu einh mãenzinha!

Então, agora, no meu segundo puerpério eu não vou esperar o meu filho completar 2 anos, sequer um ano para voltar a escrever e-mails profissionais ou qualquer outra coisa que tenha vontade e nem para começar a colocar idéias no papel, e se possível até em prática. Faço isso já, desde agora, com ele aos 3 meses. Imagina que no meu primeiro puerpério eu iria me dar ao luxo de sentar mensalmente, por alguns minutos e escrever algo, mesmo que sobre maternidade, em um blog?? Não, não, nem pensar, a culpa iria me avassalar, imagina meu filho com apenas 3 meses e eu fazendo isso? Quando que com o meu primeiro eu iria, com 40 dias de parida retomar as atividades físicas leves, como o meu tão necessário pilates (sem eles a lombar não sobreviveria com as longas noites de amamentação)???

Mamãe no pilates!

Aplausos para aquelas mães que aprenderam a cuidar de si no puerpério e mais aplausos para a sorte do segundo filho em ter uma mamãe mais feliz e por inteiro quando está com ele! E um abraço apertado para as mamães que estão descobrindo o quão importante é o autocuidado para si e para os filhinhos!

E você, mamãe de mais de um, o que mudou de um puerpério para o outro? Qual foi a diferença ou quais foram as diferenças mais marcantes para você?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s